sexta-feira, 29 de julho de 2016

Coração partido



Aquela menina ali era a que estava chorando esses dias atrás. Teve o coração partido. E nem foi uma única vez. Foram várias vezes. Por muitas vezes ela teve que ser forte, teve que sorrir em determinados momentos em que só queria chorar. Ela teve que aguentar tudo quieta, na dela. Ficava lá no pé da cama, ajoelhada, sem conseguir falar uma só palavra. Ali permanecia por horas e horas, olhando fixamente pra um lugar qualquer e as lágrimas só que escorriam por seu rosto. Era nesse momento de angústia que ela tentava achar uma explicação para tudo que estava acontecendo. Mas era em vão. 

Depois de horas, ela enxuga as lágrimas e promete a ela mesma de que nunca mais vai chorar por ninguém, nunca mais vai sofrer por ninguém, nunca mais vai gostar tanto de alguém. E novamente tudo é em vão. Essa menina tem o coração bom demais, ou talvez, bobo demais. Ela sempre acredita de novo. Sempre dá uma segunda, terceira ou milésima chance pra alguém, mesmo sabendo que a qualquer instante pode se decepcionar novamente. Jamais deixou de acreditar que uma hora tudo dará certo. Que mais cedo ou mais tarde vai encontrar alguém que queira cuidar de seu coração ou invés de machucá-lo. Mas ela deixou de criar expectativas. 

Menina boba... ficava horas e horas olhando pro celular na esperança de chegar uma mensagem que pudesse mudar seu dia. Ou então ficava esperando por uma nova solicitação em suas redes sociais. Ou um toque em seu interfone. Mas viu que não valia a pena. Ela entendeu que quando é pra ser, tudo conspira a favor. Agora ela só quer viver em paz, viver o dia-a-dia sem esperar por surpresas ao final dele, pra não se frustrar mais uma vez. Essa menina resolveu crescer e ficou exigente... agora só quer em sua vida quem também quer fazer parte dela e faz por merecer. 


- Anna Santile

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Mas quer saber?

É incrível como faz falta em nosso dia-a-dia um sorriso, um abraço, uma mensagem em pequenos intervalos durante ele. Mas quer saber? Tem certas coisas que não valem a pena. E tem pessoas que não merecem nosso sorriso, nem nosso cheiro, abraço, esforço ou seja lá o que for. 

É incrível como temos essa necessidade de ter alguém, de falar com alguém, de sentir alguém. Sei lá, é chato ser "sozinho". Mas quer saber? Se for pra ter alguém pelo simples fato de estarmos nos sentindo sozinhos ou então pelo simples fato de não ter outra pessoa em vista, não vale a pena.

Queira alguém que também queira você. Goste de alguém que também goste de você. Deseje alguém que também deseja você. Dê importância apenas àqueles que também dão importância em você. Preste atenção! Não aceite menos do que você merece. Isso não é egoísmo. É amor-próprio. É saber que você merece mais, muito mais. 

Mas acima de tudo, nunca se esqueça,..
Seja alguém em que você fosse adorar conhecer, fosse adorar conversar, fosse adorar ficar perto, fosse adorar compartilhar segredos, desejos, ideias e sonhos. Nunca queira alguém com as características que você mesmo não possui. Nunca exija que alguém seja algo que você mesmo não é. Isso sim é egoísmo. 

Seja exatamente aquilo em que você procura nos outros!



- Anna Santile

terça-feira, 26 de julho de 2016

O "boy" se foi? Deixa ir! Tem coisa boa vindo por aí!

É SÉRIO....

Hoje simplesmente acordei inspirada...
Acordei pensando em como a vida é maravilhosa...
Em como Deus é perfeito em tudo que faz. 
Em minha vida não tem dado nada certo. Muito pelo contrário...
Está tudo um CAOS.
Mas mesmo assim me sinto feliz, pois sei que Deus está cuidando de mim a todo momento. 
Sei que essa fase vai passar. Sei que vou voltar a sorrir. Sei que vou ser vitoriosa. Sei que nenhum sofrimento é vão.

Sabe aquele boy magia que tu perdeu?... Sabe?... Então...
Você NÃO perdeu. Você se LIVROU!
Sim... se livrooooou!!! E embora você não acredite, ele não era pra você. Ele não ia te fazer feliz. Ou melhor, não ia te fazer feliz SEMPRE. Seriam só alguns momentos de alegria. Mas qual a vantagem sobre isso? Qual a vantagem de ser feliz apenas de vez em quando? NENHUMA! Portanto, se Deus tirou ele de sua vida.... deixe que ele vá. Você merece e consegue alguém melhor. 

Outra coisa, não dependa de outra pessoa para ser feliz. Sua felicidade depende somente e exclusivamente de VOCÊ. Repita isso várias vezes ao dia. Se necessário, escreva isso num papel e deixa bem a sua frente, no lugar onde você mais fica. No computador ou mesa do serviço, na sua geladeira, etc. Se mesmo assim não resolver, seja mais ousada. Imprima em uma folha a seguinte frase: "MINHA FELICIDADE DEPENDE SOMENTE E EXCLUSIVAMENTE DE MIM". Daí você coloca numa moldura e pendura na parede bem em frente a sua cama, para que você já levante pensando nisso e não deixe ninguém tirar isso de você.

Portanto, não deixe ninguém abalar suas estruturas. Deus tem algo grande pra você. Mas você só ganhará o que Ele tem, quando você entender e aceitar que as pessoas se vão, mesmo sendo as pessoas que você mais ama. Nós acreditamos demais nas pessoas, confiamos demais, achamos que todos são verdadeiros conosco. Mas não. Não são. Mas Deus sabe e conhece o coração de cada um. Se ele tirou algo ou alguém de sua vida é porque você merece algo muito melhor. 

Agora descanse seu coração. E acima de tudo, entenda que primeiro sempre virão as tempestades, como uma forma de teste, de desafio. Assim que você for aprovada (o), receberá tudo que tem de mais valioso e serás muito feliz. TUDO EM SEU DEVIDO TEMPO.



- Anna Santile

terça-feira, 26 de março de 2013

O sentimento



Ah, o sentimento. Como descrever? Como explicar em palavras? Não sei. O sentimento é uma coisa que vai e vem. Ou então, uma coisa que vem e fica, ou vai e não volta. Acho que ele tem vontade própria. Sem contar que ele se divide em diversos tipos.
O sentimento as vezes é bom e as vezes não, depende muito de quem sente e o que sente. É um fenômeno de que se deve tomar cuidado, pois, ele pode te fazer bem ou simplesmente acabar com você. 
Reflita sobre seus sentimentos, depois, faça uma limpeza entre eles e exija que só os bons permaneçam em você.


- Anna Santile

quarta-feira, 20 de março de 2013

Não pare no meio do caminho!



A estrada é longa, a caminhada será cansativa, com certeza. Porém, quando chegarmos ao final dela, e consequentemente, alcançarmos nossos objetivos, olharemos para trás e diremos: - VALEU A PENA, FARIA TUDO DE NOVO, SE PRECISO FOSSE! 
Portanto, não desista de caminhar, lutar, e correr atrás de seus sonhos, pois, no final, será gratificante! 


- Anna Santile

Aguenta firme




A situação está difícil? Então, sorria, pois é exatamente nessa hora, que Deus começa agir! 





- Anna Santile

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

''O grande erro''


Sou uma pessoa, que assim como você, tem sonhos, dúvidas, problemas, frustrações, defeitos, qualidades, acertos e erros, enfim, eu não sou perfeita, e mesmo que pudesse ser, não iria querer, pois deve ser um saco, sério, qual a graça de fazer tudo certinho? Eu já errei muitas vezes, ainda erro, e sempre vou errar, mas sabe qual é o melhor de tudo isso? É que SEMPRE aprendo com eles! O que seria de mim, sem meus erros?!! 

Mas preste atenção, eu não estou dizendo que você tem que errar sempre e de propósito, porque todas vezes que eu errei, foi sem querer, sem a intenção, e não posso ser julgada por isso, pelo menos não pela sociedade, que erra o tempo todo. Veja bem, os erros de uma pessoa não define a maturidade dela, pois as crianças erram, os jovens erram, os adultos erram, e até os idosos erram, ou seja, errar faz parte da natureza humana, TODOS nós erramos, ninguém está livre disso! 

E o melhor de tudo, é errar e aprender, sempre. Isso faz de você uma pessoa mais forte, e preparada para enfrentar a vida de frente. Não se esqueça, que a cada erro seu, existe uma consequência, outra coisa de que também não estamos livres, então, antes de cometer um erro, pense pelo menos três vezes, mesmo que vá errar de qualquer jeito!! 

Enfim, quando vamos cometer um erro, só temos duas opções, ou erramos agindo com a razão ou com a emoção, que a partir daí depende da pessoa. Por exemplo, se eu errar agindo com a razão, tenho uma grande probabilidade de me frustrar depois, porque aquilo não era exatamente o que eu queria fazer, e sim o que eu deveria fazer, e nem sempre quando devemos fazer algo significa que é bom pra gente. Agora, se eu errar agindo com a emoção, eu não vou me frustrar, quer dizer, talvez sim, mas não tanto, porque terei a consciência limpa de que fiz aquilo que achei que era certo, independente se é ou não. 

Portanto, o grande erro de uma pessoa talvez seja errar, julgando o erro dos outros! 


- Anna Santile
 
Depois do café... um cafuné Blogger Template by Ipietoon Blogger Template